Batizado

Imagem 1O Senhor Jesus Cristo desejou ser batizado, “para proclamar com a sua humildade o que para nós era uma necessidade” (Santo Agostinho).

O Sacramento da Iniciação Cristã nos redime do pecado original de Adão e Eva e nos chama à dignidade de filhos de Deus. Muitas vezes, essa riqueza torna-se perdida em meio à falsa ideia de que Batizado é algo que precisa ser feito “pois toda criança recebe” ou, pior, “é uma simples bênção de Deus sobre ela”.

Pela força da água batismal, recordamos a imersão de Nosso Senhor pelas mãos de São João Batista no Rio Jordão, onde, nessa cena, Ele santifica as águas, a fim de resgatar-nos da desobediência de nossos primeiros pais. Portanto, com essa atitude redentora, embora marcados pela concupiscência (inclinação natural do ser humano ao erro, à facilidade, ao cômodo, ao prazeroso), abre-se para nós, a possibilidade de irmos para o Céu na hora de nossa morte, a fim de estarmos com Aquele que nos ama mais do que qualquer pessoa: Deus. Isso, se lhe formos fiéis.

Compreendido esse mistério, a graça invisível do Batismo, recebida através de um sinal visível, que nos marca como herdeiros do Paraíso, passa a ter sua razão de ser na caminhada cristã e deixa de ter a simples impressão de uma mera bênção. Esse sinal jamais se apaga, jamais se retira. Está ali, em praticantes ou não, esperando ser exercido em toda a sua potência, para que nos encontremos com nosso Deus de alma pura.

BATIZADOS NA PARÓQUIA

Em nossa Comunidade Católica, os Batizados ocorrem em um sábado por mês, já estabelecido até o final do ano. Ele é celebrado às 10h, numa cerimônia fora da Missa e não há número limite de crianças.

As inscrições são realizadas presencialmente na Secretaria Paroquial até a quinta-feira, anterior ao Batizado no turno da manhã (das 8h às 11h30min) mediante: apresentação da Certidão de Nascimento do batizando (Catecúmeno), comprovante do Curso de Preparação para o Batismo dos pais e padrinhos, comprovante de residência e comprovante da Crisma de um casal de padrinhos.

Se aceita, no máximo, um casal de padrinhos, que sejam católicos praticantes, a fim de que possam ser testemunho de fé católica para a(o) afilhada(o). Não católicos e demais convidados, somente poderão ser aceitos como testemunhas do Batismo e seus nomes não constarão na Lembrança do Batizado (Catecúmeno). Existe uma taxa para não dizimistas na comunidade, sendo que os dizimistas estão isentos.

CURSO DE PREPARAÇÃO PARA O BATISMO

Quando procuramos a secretaria, a fim de marcarmos o Batizado do Catecúmeno, somos avisados de que, para a efetuação do mesmo, precisamos ter feito o Curso de Batismo. Mas, para quê serve?

Diferente do que pensamos muitas vezes, o Curso de Batismo nos ensina o que, de fato, é o Sacramento da Iniciação cristã, sua importância e a responsabilidade dos pais e padrinhos para a educação da criança no caminho da fé.

É pré-requisito para batizar pois, infelizmente, disseminou-se um pensamento um tanto fútil, que entende o ser padrinho como aquele sujeito responsável pelos melhores presentes, quando, na verdade, sua função é caminhar ao lado do afilhado no crescimento da fé, sendo, para ele, um verdadeiro testemunho cristão.

NA PARÓQUIA

Na Paróquia Nossa Senhora da Piedade, o curso de preparação para o Batismo acontece uma vez por mês, em quintas-feiras, em datas já estabelecidas, às 20h, no Salão Paroquial (ao lado da igreja Matriz). Ele não tem custo algum e é válido por dois anos, podendo-se, assim, participar de mais batizados nesse período sem precisar refazê-lo.

Para a inscrição, é necessário informar a grafia correta e o nome completo daqueles que participarão do encontro (pais e padrinhos), na Secretaria Paroquial. Cabe salientar também que, embora tenha sido feito numa Paróquia determinada, o curso é válido para qualquer Comunidade Católica.

Abandono formal da Igreja após o Batizado
Batismo de Crianças
É válido o batismo ministrado fora da Igreja Católica?
O nome Cristão de nossos filhos
Os sacramentos fundamentam-se na Bíblia?
Padrinhos de batismo e uniões irregulares
Padrinhos e testemunhas
Padrinhos e testemunhas nos Sacramentos

Batismo de crianças adotadas por casais do mesmo sexo

Padrinhos homossexuais

Ser batizado ou não, faz diferença?

Normas para Fotógrafos e Filmadores durante os Batizados

LEGISLAÇÃO DIOCESANA – Batismo

Batizados 2017

Desenvolvido por Origy Networks – Criação de sites e propaganda