Disposições convenientes para comungar

Santo Afonso Maria de Ligório nos diz que precisamos ter disposições convenientes para comungar e nos cita estas:

-Estar em estado de graça,

-querer ser santo,

-desejar crescer no amor a Jesus,

-fazer meditação freqüente,

-mortificar os sentidos e as paixões,

-fazer a ação de graças após a comunhão e

-querer ser de Deus.

O QUE É PRECISO PARA RECEBER DIGNAMENTE A SANTA COMUNHÃO?

Para fazer dignamente a Santa Comunhão, são necessárias três coisas:

-Estar em estado de graça, isto é, sem pecado mortal;

-Saber e pensar Quem se está por receber;

-Estar em jejum há pelo menos uma hora (com exceção de água e medicamentos).

Os anciãos, aqueles que sofrem de enfermidades e as pessoas que os assistem, podem receber a santíssima Eucaristia mesmo se comeram durante a hora antecedente.

Quem está consciente de estar em pecado mortal pode comungar-se se praticar um gesto de contrição com o objetivo de se confessar em seguida?

Quem está consciente de estar em pecado grave, por mais arrependido que seja, deve confessar-se antes de receber a Eucaristia, a menos que exista uma razão grave para aceder à comunhão, unida à impossibilidade de se confessar; neste caso, deve recordar-se de praticar um gesto de contrição perfeito, incluindo o propósito de se confessar o quanto antes.

 

Que pecado comete quem recebe a Eucaristia em pecado mortal?

Quem recebe a Eucaristia em pecado mortal comete um grave sacrilégio, pois profana aquilo que existe de mais sagrado em meio de nós, ou seja, o Corpo santíssimo de Cristo.

 

Quem está em pecado mortal, e não pode se comungar, deve igualmente ir à Missa nos dias de festa?

O dever de ir à Missa nos dias de festa é diferente do dever da comunhão. Quem não está em condições para comungar, dever ir à Missa, e adiar a comunhão.

 

Quando é obrigatória a comunhão?

A comunhão é obrigatória anualmente no período pascal, e se em perigo de morte (viático). Quem não se comunga até o período pascal deve fazê-lo o mais rapidamente.

 

Pode-se receber a comunhão eucarística mais de uma vez por dia?

Quem já recebeu a santíssima Eucaristia, pode recebê-la de novo no mesmo dia somente durante a Celebração Eucarística da qual participa.

Os fiéis que se encontram em perigo de morte por uma causa qualquer, recebem o conforto da sagrada comunhão como Viático. Mesmo se naquele dia já receberam a sagrada comunhão, é vivamente aconselhado aos que se encontram em perigo de morte de se comungar novamente. Perdurando o perigo de morte, se recomenda que a sagrada comunhão seja assumida várias vezes, em dias diferentes. O santo Viático para os enfermos não deve ser adiado demasiadamente; aqueles que os assistem devem vigiar diligentemente para que os enfermos recebam o conforto em plena posse de suas faculdades.

Desenvolvido por Origy Networks – Criação de sites e propaganda