As grandes solenidades do Senhor no tempo comum

AS GRANDES SOLENIDADES DO SENHOR NO TEMPO COMUM

Na atual ordenação do Ano Litúrgico, foram reassumidas quatro SOLENIDADES DO SENHOR dentro do TEMPO COMUM. Elas estão ligadas ao Ano Cristológico, o qual completa e integra. Além de sublinharem o cristocentrismo pessoal da existência cristã e da Igreja, são como que uma síntese dos mistérios proclamados e vividos nos tempos fortes do Ano Litúrgico.

SANTÍSSIMA TRINDADE

ORIGEM
a) Fixada no Domingo depois do Pentecostes; é antiquíssima: séc. IX-X

b) Influência do arianismo e do adocionismo dos povos germânicos

c)  Promovida pelos beneditinos

LIGAÇÃO COM O ANO LITÚRGICO

a) Festa universal desde João XXII

b) 1334

c) Consagração ao Pai, por Cristo no Espírito Santo pelo Batismo

ESPIRITUALIDADE
a) Condição filial

b) Adoradores do Deus-Trindade

c) A Igreja Povo de Deus, reunido em nome do Pai, pelo Filho, no Espírito Santo

CORPO DE DEUS

ORIGEM
a) Origem medieval

b) Procissão com o Santíssimo no Domingo de Ramos e bênção dos campos

c) Estabelecida por Clemente V em 1312

LIGAÇÃO COM O ANO LITÚRGICO

a) Um desdobramento da quinta-feira Santa

b) Por influência de revelações privadas

ESPIRITUALIDADE
a) Presença real de Cristo no meio do Povo de Deus

b) Relação entre Cristo e a Igreja

c) Sublinha a Páscoa permanente até a Parusia

SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

ORIGEM
a) São João Eudes e Santa Margarida de Alacoque

b) Clemente XIV em 1765

LIGAÇÃO COM O ANO LITÚRGICO

Duplicação de sexta-feira Santa: O Amor Redentor de Cristo

ESPIRITUALIDADE
a) Só Cristo é o Reparador; nós, cooperadores com Cristo

b) Cristo, testemunha do Amor Salvador de Deus

c) O Amor teândrico de Deus

CRISTO – REI

ORIGEM
a) Instituída por Pio XI em 1925

b) No Domingo depois dos Santos, para sublinhar a realeza da santidade

c)  Agora, como termo do Ano Litúrgico

LIGAÇÃO COM O ANO LITÚRGICO

a) Consumação do Reino de Deus inaugurado em Cristo

b) Dimensão escatológica e transcendente da Parusia

ESPIRITUALIDADE
a) Dramatização entre o Reino de Cristo e os poderes do Mundo

b) Tendência até ao encontro definitivo com o Senhor Jesus

c) Ampliação do mistério da Epifania, Ramos, etc.

Além das solenidades apontadas, há algumas OUTRAS FESTAS do calendário cronológico, que prevalecem sobre os Domingos:

Apresentação do Senhor – 2 de Fevereiro

Transfiguração do Senhor – 6 de Agosto

Exaltação da Santa Cruz – 14 de Setembro

A Dedicação da Basílica de Latrão – 9 de Novembro

São João Batista – 24 de Junho

São Pedro e São Paulo – 29 de Junho

Assunção de Nossa Senhora – 15 de Agosto

Todos os Santos – 1 de Novembro

“A Santa Mãe Igreja considera seu dever celebrar, em determinados dias do ano, a memória da obra da salvação do seu divino ESPOSO” (SC 102). “Neste ciclo anual da celebração dos mistérios de Cristo, a Santa Igreja venera com especial amor, e porque indissociavelmente unida à obra de salvação do Seu Filho, a Bem-Aventurada VIRGEM MARIA” (SC 103). “A Igreja inseriu também no ciclo anual a memória dos MÁRTIRES e outros SANTOS, os quais,…, cantam hoje a Deus no Céu o louvor perfeito e intercedem por nós” (SC 104).

Fonte: Com Informações do Missal Romano e SDPL

Desenvolvido por Origy Networks – Criação de sites e propaganda