A atuação do MESCE fora da ação litúrgica

A atuação do MESCE fora da ação litúrgica

O MESCE está autorizado a distribuir a Sagrada Comunhão fora da missa somente aos doentes e quando preside a Celebração dominical na ausência de Presbíteros.

1. No atendimento aos doentes, o MESCE deve seguir o rito prescrito na Instrução Eucharisticum Mysterium (A Sagrada Comunhão e o Culto do Mistério Eucarístico fora da Missa).

2. Na Celebração Dominical, na ausência de Presbíteros, o MESCE deve usar o ritual aprovado pela respectiva Arquidiocese e/ou Diocese.

3. O MESCE deve evitar distribuir a Sagrada Comunhão em reuniões de movimentos ou grupos, mesmo que seja grupo de oração.

No livro litúrgico, A Sagrada Comunhão e o Culto do Mistério Eucarístico fora da Missa, são dadas orientações e normas precisas sobre a adoração ao Santíssimo Sacramento. O MESCE deve conhecê-las. Estas normas foram retomadas pelo Código de Direito Canônico (Cân. 943)

4. O ministro da exposição do Santíssimo Sacramento e da bênção Eucarística é o sacerdote ou o diácono.

5. Apenas em ocasiões especiais e com a devida permissão do ordinário e consentimento do pároco o MESCE pode expor e repor o Santíssimo Sacramento; mas não pode, em hipótese alguma, dar a bênção do Santíssimo.

6. É expressamente proibido a exposição do Santíssimo Sacramento fora da Igreja; para levar o Santíssimo às capelas deve-se ter a expressa licença do Ordinário.

7. Ao MESCE não é permitido conduzir processionalmente o Santíssimo Sacramento.

Desenvolvido por Origy Networks – Criação de sites e propaganda