O perigo da ditadura do pensamento único

Homilia, quinta-feira, 10 de abril de 2014, Da Redação, com Rádio Vaticano

Em homilia, Santo Padre destacou que a ditadura do pensamento único mata a liberdade dos povos, fecha a mente e o coração deles à mensagem de Deus

Na Missa desta quinta-feira, 10, Papa Francisco falou da “ditadura” do pensamento único. Segundo o Santo Padre, esta é uma problemática existente ainda hoje, que mata a liberdade dos povos e das consciências, sendo necessário rezar e vigiar.

Deus promete a Abraão que o tornará pai de multidões de nações, mas ele e sua descendência deverão observar a aliança com Deus. A homilia do Papa partiu da Primeira Leitura do dia para explicar o fechamento dos fariseus à mensagem de Jesus. O erro deles, segundo Francisco, foi pensar que tudo se resolveria com a observância dos mandamentos, mas estes não são uma “lei fria”, mas sim indicações que ajudam a não errar no caminho para encontrar Cristo.

Segundo Francisco, esse fechamento da mente e do coração não dá lugar a Deus, somente ao pensamento próprio. Isso impossibilita acolher a mensagem de novidade trazida por Jesus. Trata-se de um pensamento que não está aberto ao diálogo, à possibilidade de que Deus fale e diga como é o seu caminho.

“Este povo não tinha escutado os profetas e não escutava Jesus. É algo mais que uma simples teimosia, é a idolatria do próprio pensamento. ‘Eu penso assim, isto deve ser assim e nada mais’. Este povo tinha um pensamento único e o queria impor ao povo de Deus, por isso Jesus o repreendeu”.

O Papa destacou que, no século passado, as ditaduras do pensamento único mataram muita gente, e, ainda hoje, existe essa idolatria. É a mesma coisa que acontecia antigamente: pegam-se pedras para apedrejar a liberdade dos povos, das consciências, da relação do povo com Deus e, novamente, Jesus é crucificado.

“A exortação do Senhor diante dessa ditadura é a mesmo de sempre: vigiar e rezar, não ser bobo, não comprar coisas que não servem e ser humilde, rezar para que o Senhor sempre nos dê a liberdade do coração aberto para receber a Sua Palavra, que é promessa, alegria e aliança! E com essa aliança seguir adiante”.

Nenhum comentário ainda

Comentários desativados

Desenvolvido por Origy Networks – Criação de sites e propaganda