Este é o companheiro que, segundo o Papa, te ajudará a avançar no caminho da salvação

https://www.acidigital.com/noticias/este-e-o-companheiro-que-segundo-o-papa-e-ajudara-a-avancar-no-caminho-da-salvacao-70190
Papa durante a Missa. Foto: Vatican Media

Vaticano, 02 Out. 18 / 09:30 am (ACI).- Nesta terça-feira, 2 de outubro, dia em que a Igreja festeja os Anjos da Guarda, o Papa Francisco dedicou a Missa na Casa Santa Marta a refletir sobre sua importância no caminho da salvação da humanidade: “São eles, os Anjos da Guarda, a ajuda muito especial que o Senhor promete ao seu povo e a nós que caminhamos na estrada da vida”.
Francisco insistiu em sua homilia que este caminho da vida é um caminho “no qual devemos ser auxiliados por companheiros, por protetores, por bússolas humanas que nos protegem dos perigos”.
Assegurou que o principal perigo é “o de não caminhar”. “E quantas pessoas se estabelecem e não caminham, e toda a vida ficam paradas, sem se mover, sem fazer nada… É um perigo”, advertiu.
Como exemplo dessas pessoas que passam a vida sem se mover, o Santo Padre falou daquele “homem do Evangelho que tinha medo de investir o talento. O enterrou e pensou: ‘Eu estou em paz, estou tranquilo. Não poderei cometer um erro. Assim não arrisco’”.
“E muitas pessoas não sabem como caminhar ou têm medo de arriscar e param. Mas nós sabemos que a regra é que quem fica parado na vida, acaba por se corromper. Como a água: quando a água está ali parada, chegam os mosquitos, depositam ovos e tudo se corrompe. Tudo”.
Por isso, “o Anjo nos ajuda, nos leva a caminhar”, explicou.
Entretanto, os perigos que o povo de Deus enfrenta em seu caminho não se limitam à tentação de ficar parados. O Papa citou outros dois: o perigo de errar o caminho e o perigo de deixar o caminho para se perder numa praça.
“Eis que o “Anjo existe para nos ajudar a não errar o caminho e a caminhar nele”. “Não somente nos ajudam a caminhar bem, mas nos mostram também onde devemos chegar”. Para isso, “é necessária a nossa oração, o nosso pedido de ajuda”.
“O nosso Anjo não somente está conosco, mas vê Deus Pai. Está em relação com Ele. É a ponte cotidiana, desde a hora em que nos levantamos até a hora em que vamos dormir. Ele nos acompanha. É uma ligação entre nós e Deus Pai”.
O Anjo da Guarda “é a porta cotidiana para a transcendência, para o encontro com o Pai: ou seja, o Anjo nos ajuda a caminhar porque olha o Pai e conhece a estrada. Não nos esqueçamos desses companheiros de caminhada”, concluiu o Papa.

Leitura comentada pelo Papa Francisco
Êx 23,20-23

Assim diz o Senhor: 20″Vou enviar um anjo que vá à tua frente, que te guarde pelo caminho e te conduza ao lugar que te preparei. 21Respeita-o e ouve a sua voz. Não lhe sejas rebelde, porque não suportará as vossas transgressões, e nele está o meu nome. 22Se ouvires a sua voz e fizeres tudo o que eu disser, serei inimigo dos teus inimigos, e adversário dos teus adversários. 23O meu anjo irá à tua frente e te conduzirá à terra dos amorreus, dos hititas, dos ferezeus, dos cananeus, dos heveus e dos jebuseus, e eu os exterminarei”.

Nenhum comentário ainda

Comentários desativados

Desenvolvido por Origy Networks – Criação de sites e propaganda