Caminhos para conhecer Jesus

Sexta-feira, 16 de maio de 2014, Da Redação, com Rádio Vaticano

Santo Padre destacou que estudo do catecismo é necessário, mas não é o suficiente para conhecer Jesus

Na Missa desta sexta-feira, 16, Papa Francisco explicou o que é preciso para conhecer Jesus verdadeiramente: não bastam o estudo nem as ideias, é preciso rezar com o coração, celebrar Jesus e imitá-Lo. Novamente, Francisco convidou os fiéis a lerem o Evangelho que, segundo ele, tantas vezes fica cheio de pó, porque nunca é aberto.

Comentando a afirmação de Jesus – “Eu sou o caminho, a verdade e a vida” –, o Papa observou que o conhecimento de Jesus é o trabalho mais importante da vida, mas o estudo do catecismo, embora necessário, não é o suficiente para que isso aconteça.

“As ideias por si só não dão vida, e quem percorre o caminho somente das ideais acaba num labirinto e não sai mais dele! É por isso que, desde o início da Igreja, existem as heresias. Heresia é tentar entender quem é Jesus somente com a nossa mente e com a nossa luz. Um grande escritor inglês dizia que a heresia é uma ideia que enlouqueceu. É assim. Quando as ideais estão sós, enlouquecem… Este não é o caminho!”

Para conhecer Jesus, então, o Santo Padre indicou três portas, sendo o primeiro deles a oração, pois o estudo sem ela não serve. “Os grandes teólogos fazem teologia de joelhos. E com o estudo, com a oração, aproximamo-nos um pouco… Mas sem oração jamais conheceremos Jesus. Jamais!”

O segundo caminho é celebrar Cristo com alegria, em Seus sacramentos que dão vida, força, alimento e conforto. “Sem a celebração dos sacramentos, não conseguiremos conhecer Jesus. Isso é próprio da Igreja: a celebração”.

A terceira e última porta indicada por Francisco para conhecer Jesus é imitá-Lo. Trata-se de pegar o Evangelho e tentar fazer a mesma coisa que Jesus fez, o que Ele disse e ensinou. Segundo Francisco, entrar por essas três portas significa entrar no mistério de Jesus e, só assim, é possível conhecê-Lo. “Podemos, hoje, durante o dia, pensar em como anda a porta da oração na minha vida: mas a oração do coração, não a do papagaio! Como anda a celebração cristã na minha vida? E a imitação de Jesus? Como imitá-Lo?”

Para quem não se lembra disso, porque o Evangelho está “todo empoeirado e nunca é aberto”, o Papa aconselhou abri-lo, pois lá encontrará como imitar Jesus. “Pensar como estão essas três portas na nossa vida fará bem a todos”, concluiu.

A Missa, na Casa Santa Marta, foi a única atividade do Papa Francisco esta manhã. Os demais compromissos previstos foram cancelados devido a uma leve indisposição do Pontífice.

Nenhum comentário ainda

Comentários desativados

Desenvolvido por Origy Networks – Criação de sites e propaganda