O Espírito Santo nos recorda as coisas de Deus

Missa na Casa Santa Marta, segunda-feira, 13 de maio  de 2013, Rádio Vaticano

“Hoje, muitos cristãos não sabem quem é o Espírito Santo, como ele é”  

“O próprio Jesus explicou aos Apóstolos, antes de Pentecostes, que o Espírito lhes recordaria tudo o que ele havia dito”, disse o Papa (Foto: L’Osservatore Romano)

“O Espírito Santo permite que o cristão tenha ‘memória’ da história e dos dons recebidos de Deus. Sem esta graça, há o risco de se cair na idolatria”. Foi o que disse o Papa Francisco na Missa celebrada, na manhã desta segunda-feira, 13, na Casa Santa Marta, no Vaticano. Francisco lembrou que o Espírito Santo “é quase sempre um desconhecido de nossa fé”: “Hoje, muitos cristãos não sabem quem é o Espírito Santo, como Ele é. Algumas vezes, ouve-se dizer: ‘Mas eu me arranjo com o Pai e o Filho: rezo o Pai Nosso ao Pai, faço a comunhão com o Filho, mas com o Espírito Santo… não sei o que fazer’. Ou, então, se diz: ‘O Espírito Santo é a pomba, aquele que nos dá sete dons…’. Assim, o pobre Espírito Santo fica sempre no fim e não encontra um bom lugar em nossas vidas”.

Prosseguindo, Papa Francisco, ressaltou que o Espírito Santo é um “Deus ativo entre nós”, o qual nos faz lembrar, desperta nossa memória. O próprio Jesus explicou aos apóstolos, antes de Pentecostes, que o Espírito lhes recordaria tudo o que ele havia dito. Ter memória – especificou – significa também recordar das próprias misérias, as quais nos escravizam; além da graça de Deus, que destas misérias nos redime. Papa Francisco concluiu convidando os cristãos a pedirem a graça da memória, para serem pessoas que não se esquecem do caminho percorrido, não se esquecem das graças recebidas, do perdão dos pecados nem que foram escravos e o Senhor os salvou.

 

CATEQUESE
“Jesus veio para nos dar esta ‘água viva’ que é o Espírito Santo, para que a nossa vida seja guiada por Deus”
Kelen Galvan / Da Redação, quarta-feira, 8 de maio  de 2013

“A água viva, que é Espírito Santo, sacia a nossa vida, porque nos diz que somos amados por Deus como filhos”.

O tempo pascal vivido pela Igreja nestes dias até o Pentecostes é “por excelência o tempo do Espírito Santo”, afirmou o Papa Francisco na Catequese desta quarta-feira, 8, na Praça de São Pedro, no Vaticano.

Mas quem é o Espírito Santo? questionou o Santo Padre. Segundo o Pontífice, a primeira verdade a qual os cristãos aderem na oração do Creio, é que o Espírito Santo é Senhor.

“Ele é verdadeiramente Deus, como são o Pai e o Filho (…) é a terceira Pessoa da Santíssima Trindade, é o grande dom do Cristo ressuscitado  que abre as nossas mentes e nossos corações à fé em Jesus como Filho enviado pelo Pai, que nos leva à amizade e à comunhão com Deus”, explicou.

O Papa afirmou que o homem de todos os tempos e lugares anseia por uma vida plena e justa, é como um viajante que, atravessando os desertos da vida, “tem sede de água viva” para saciar seu profundo desejo de luz, de amor, de beleza e paz.

Neste sentido, o Papa destacou que o Espírito Santo é a “fonte inesgotável da vida de Deus em nós”.

“Jesus veio para nos dar esta ‘água viva’ que é o Espírito Santo, para que a nossa vida seja guiada por Deus, animada por Ele e alimentada por Ele”, ressaltou.

Nesse ponto, o Papa levou os fiéis a refletirem “por que esta água pode saciar plenamente a nossa sede?”

E explicou que essa Água viva, que é o Espírito Santo, habita em cada pessoa e a purifica e renova para que ela se torne participante da própria vida de Deus. “O Espírito Santo nos introduz à vida divina como ‘filhos no Filho Unigênito’”.

Papa Francisco afirmou que este é o dom precioso que o Espírito Santo coloca em cada coração: “a própria vida de Deus, vida de verdadeiros filhos”.

“É por isso que a água viva, que é Espírito Santo, sacia a nossa vida, porque nos diz que somos amados por Deus como filhos, que podemos amar Deus como filhos e que por sua graça podemos viver como filhos de Deus, como Jesus”, destacou.

Por fim, Francisco fez um convite aos fiéis para se deixar guiar pelo Espírito Santo.

“Que Ele nos fale ao coração e nos diga isto: que Deus é amor, que Deus nos espera, que Deus é Pai, que nos ama como um verdadeiro Pai”.

Nenhum comentário ainda

Comentários desativados

Desenvolvido por Origy Networks – Criação de sites e propaganda