Dia das mães na Pastoral da Criança

Símbolo de amor e ternura, presença divina em nossas casas, vidas, escolas, igrejas, empresas, presença na coordenação e na execução de políticas públicas, presença, presença e presença.
Também, e principalmente nas Vilas, as mães são o suporte, a base e o esteio das precárias famílias que há muito vem mudando e assumindo novos e perigosos formatos.
Mães heroínas são elas – nas Vilas.
Sofrem, passam muitas necessidades, mal sabem ler e escrever, quando sabem. Muitas vezes são maltratadas dentro de suas casas, outras vezes testemunham maus tratos e violência com seus filhos. Muitos desses filhos têm somente a presença de suas mães e algumas vezes dos voluntários da Pastoral da Criança, como exemplos de carinho, atenção e um pouquinho do lado bom da vida.
Se o pai desiste da luta e cai na vida, a mãe não abandona o filho.
Até mesmo Deus, enquanto homem, teve Mãe e a honrou eternizando-a.
Santa Maria, Mãe de Deus, da Igreja e nossa Mãe!
No dia 12 de maio, a Pastoral da Criança da Paróquia Nossa Senhora da Piedade, com sua nova coordenadora – Marinês Zwir, suas líderes e voluntárias: Isabel, Marlete, Silvana e Rosinha, estiveram na Vila Martim Pilger homenageando as mamães da Vila e levando um pouco de conforto, carinho e alento às famílias do local. Na casa muito humilde de Dona Leila, uma das heroínas locais, a Pastoral solenizou e confraternizou com as mães e seus filhos. As mães foram agraciadas com pequenos mimos, muitos beijos, abraços e sorrisos – como Jesus faria se estivesse lá naquele dia. Certamente Ele estava!
Parabéns mamães!
Novo Hamburgo, 12 de maio de 2018.

Nenhum comentário ainda

Comentários desativados

Desenvolvido por Origy Networks – Criação de sites e propaganda