Dar às crianças exemplos de fé mais que palavras

Mais exemplos, menos palavras

Sexta-feira, 14 de novembro de 2014, Da Redação, com Rádio Vaticano  

Grupo de crianças participou da Missa de hoje com Francisco; ele destacou a força do exemplo para transmitir a fé

Crianças e adolescentes de uma paróquia romana participaram da Missa celebrada pelo Papa Francisco, na Casa Santa Marta, nesta sexta-feira, 14. Na homilia, o Santo Padre se concentrou na transmissão da fé para esses jovens, processo em que os adultos devem oferecer mais exemplos do que palavras.

Como se transmite a fé aos nativos digitais? Com o modo que, mais que os outros, atrai quem vive estimulado pelas imagens: o exemplo. Com a presença das crianças, que no início estavam tímidas, mas depois deslancharam em um momento de perguntas e respostas com o Papa, Francisco caiu no papel de catequista e, ao mesmo tempo, de formador dos catequistas. “Parece ser a ‘Missa das crianças’”, disse ele, acrescentando que olhar para as crianças é olhar para uma promessa, para um mundo que está por vir.

O Santo Padre convidou todos a pensar se o que é ensinado às crianças com as palavras é de fato vivido por quem transmite a fé. Ele destacou que os cristãos devem cuidar das crianças, transmitir a elas a fé, aquilo que se vive, aquilo que se tem no coração. Tudo depende da atitude que se tem para com elas: de irmão, de pai, de mãe ou uma atitude de distanciamento.

“Todos nós temos uma responsabilidade de dar o melhor que temos, e o melhor que temos é a fé: dá-la a eles, mas com o exemplo. Com as palavras não serve… Hoje, as palavras não servem! Neste mundo da imagem, todos estes têm telefone e as palavras não servem… Exemplo! Exemplo!”.

Neste momento da homilia, o diálogo decolou. O Papa perguntou às crianças o porquê de elas estarem naquela Missa, e uma criança lhe respondeu: “Para te ver”. “Eu também gosto de ver vocês”, retribuiu Francisco, que se informou sobre quantos ali já tinham recebido a Primeira Comunhão e a Crisma.

Ele reiterou, então, para as crianças que o batismo abre a porta para a vida cristã e depois inicia-se um caminho ao longo de toda a vida, um caminho na verdade e no amor.  O Papa lembrou que depois virão outros sacramentos, como o matrimônio, e é preciso saber viver esse caminho da vida como Jesus.

“Rezem ao Senhor, rezem a Nossa Senhora para que ajudem vocês neste caminho da verdade e do amor. Vocês entenderam? Vocês vieram aqui para me ver. Quem disse isso? Você. É verdade. Mas também para ver Jesus, de acordo? Ou deixamos Jesus de lado? (as crianças respondem: ‘não!’). Agora, vem Jesus no altar. E todos nós O veremos! Neste momento, devemos pedir a Ele que nos ensine a caminhar na verdade e no amor”.

Nenhum comentário ainda

Comentários desativados

Desenvolvido por Origy Networks – Criação de sites e propaganda