Redescobrir o sabor da verdadeira alegria

Domingo, 11 de dezembro de 2016, Da redação, com Rádio Vaticano

Francisco disse que o Natal está chegando e é oportunidade para ir ao encontro de quem sofre

Com a proximidade do Natal, o Papa Francisco destacou no Angelus deste domingo, 11, que Jesus indica o caminho da fidelidade e da perseverança.

O Santo Padre explicou que este 3º Domingo do Advento caracteriza-se pelo convite de São Paulo: “Alegrai-vos sempre no Senhor” – “O Senhor está próximo!”.

“Não é uma alegria superficial ou puramente emotiva, nem sequer aquela mundana ou do consumismo, mas trata-se de uma verdadeira alegria, da qual somos chamados a redescobrir o sabor”, assinalou o Papa.

Francisco sublinhou a importância da “alegria” na vida cristã e sustentou que, no Natal, os católicos devem celebrar a “intervenção de salvação e de amor de Deus” na história da humanidade.

“Somos chamados a partilhar esta alegria com os outros, dando conforto e esperança aos pobres, aos doentes, às pessoas sós e infelizes”, prosseguiu.

A Liturgia da Palavra deste domingo oferece-nos o contexto adequado para compreender a viver esta alegria, disse o Pontífice.

Francisco explicou que o profeta Isaías fala de ‘deserto’, de ‘terra árida’ e aponta um quadro de uma ‘situação de desolação’ de um destino inexorável sem Deus, e a salvação anunciada pelo profeta realiza-se em Jesus e Ele mesmo o afirma respondendo aos mensageiros enviados por João Batista: “os cegos veem, os coxos andam, os leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos são ressuscitados” (Mt 11,5).

“Somos chamados a deixarmo-nos envolver pelo sentimento de exultação, da qual está plena a liturgia do dia, para a vinda do Senhor na nossa vida como libertador. É Ele que nos indica o caminho da fidelidade, da paciência e da perseverança, para que no seu regresso, a nossa alegria será completa”, disse o Papa.

O Papa lembrou os sinais da proximidade do Natal nas ruas e nas casas, como a árvore e o presépio e destacou: “Estes sinais exteriores convidam-nos a acolher o Senhor que vem sempre e bate à nossa porta; convidam-nos a reconhecer os seus passos entre os dos irmãos que passam ao nosso lado, especialmente os mais fracos e necessitados”.

Após a oração do Angelus o Papa Francisco fez um apelo pela população da cidade de Aleppo na Síria: famílias, crianças, idosos e pessoas doentes.

Bênção das imagens do menino Jesus

Como é tradição no 3º Domingo do Advento, centenas de crianças e adolescentes enchem a Praça de São Pedro, no Vaticano, para bênção dos “bambinelli”, que são as pequenas imagens do Menino Jesus que as crianças romanas levarão para o presépio de suas casas.

“Caras crianças, quando rezardes diante do vosso presépio, com os vossos pais, pedi ao Menino Jesus que nos ajude todos a amar a Deus e ao próximo. E lembrai-vos de rezar também por mim, como eu me lembro de vós”, pediu Francisco.

 

Nenhum comentário ainda

Comentários desativados

Desenvolvido por Origy Networks – Criação de sites e propaganda