Caminhos que ajudam a entender o mistério de Deus

Homilia do Papa, terça-feira, 22 de outubro  de 2013, Da Redação, com Rádio Vaticano

Santo Padre destacou necessidade de contemplação, proximidade e abundância para entender o mistério de Deus

A homilia do Papa Francisco nesta terça-feira, 22, na Casa Santa Marta, desenvolveu-se a partir de termos como contemplação, proximidade e abundância para compreender o mistério de Deus. O Santo Padre explicou que não se pode entendê-lo somente com a inteligência e que o grande “desafio” do Pai Celeste é inserir-se na vida humana para curar as chagas do homem, como fez Jesus.

Partindo da Primeira Leitura do dia, ele explicou que quando a Igreja quer dizer algo sobre o mistério de Deus usa somente uma palavra: “maravilhoso”. “Contemplar o mistério, isto que Paulo nos diz aqui, sobre nossa salvação, sobre nossa redenção, somente se entende de joelhos, na contemplação. Não somente com a inteligência. Quando a inteligência quer explicar um mistério sempre se torna louca!”.

A proximidade também ajuda, segundo Francisco, a entrar no mistério de Deus. Ele lembrou como Deus está próximo ao homem, desde o primeiro momento até imergir-se na vida humana através de seu Filho Jesus.

“Pra mim, vem a imagem da enfermeira em um hospital: cura as nossas feridas uma a uma, mas com as suas mãos. Deus se envolve, coloca-se nas nossas misérias, aproxima-se das nossas chagas e as cura com as suas mãos (…) Deus não nos salva somente por um decreto, uma lei; salva-nos com ternura, com carícias, salva-nos com a sua vida, por nós”.

Quanto à terceira palavra – abundância – o Pontífice disse que onde há abundância de pecado há superabundância de graça. Lembrando que os homens têm os seus pecados, ele explicou que o “desafio” de Deus é vencer isto, curando as chagas, como fez Jesus.

“A graça de Deus sempre vence, porque é Ele mesmo que se doa, que se aproxima, que nos acaricia, que nos cura (…) Este mistério não é fácil de entender, não se entende bem somente com a inteligência. Somente, talvez nos ajudarão estas palavras: contemplação, proximidade e abundância”.

Nenhum comentário ainda

Comentários desativados

Desenvolvido por Origy Networks – Criação de sites e propaganda